Segunda-feira, 24 de Dezembro de 2007

Episódio 15 - Uma estrela de natal desce...

Flor escolheu viver ao lado do Máximo e da sua filha, mas agora como volta ao seu mundo?

No mundo real, Máximo chora desolado por se estar a aproximar o Natal e por não ter a sua bela princesa acordada...umas das lágrimas caí por cima da noz do colar da Flor e, como por magia, ela começa a brilhar!!

A Flor abre os olhos e diz:

- " Voltei, meu principe...obrigado por nunca me teres deixado sozinha...eu amo-te tanto!"

- " Voltaste, meu amor e eu nunca mais te deixarei partir, por favor nunca mais me pregues um susto destes..."

- " A minha bebé? Está tudo bem com ela?"

- " Graças a deus, sim...mas não fales muito porque estás fraca e precisas de comer...Eu vou pedir à Helga que te prepare um almoço bem forte para ganhares energias..."

Passado um bocado, todos os habitantes da casa Fritzwalden festejavam com alegria o despertar profundo da Florzinha...eles até diziam que era um milagre de natal! Flor levanta-se da cama, após o almoço, e pela primeira vez, vé a sua princesinha pequenina e frágil e diz:

- " Não te preocupes que a tua mamã voltou e nunca mais te vai deixar, meu amor..."

- " Flor, vens comigo dar um passeio nos jardins para apanhares ar fresco?" - diz o Máximo.

- " Sim, meu amor, deixa-me só ir tomar um banho e trocar de roupa, pode ser?"

- " Sim, sim vai lá mas não demores...- diz ele, beijando a sua paixão - que saudades..."

Passado uns minutinhos, a Flor desce a sala e diz:

- " Meu cavalheiro, estaindes à espera de vossa nobre dama?"

- " Sim, minha princesa...Ai Flor não mudaste nada, nada, nada e é assim que o teu cavalheiro te ama tanto..."

- " Não sei se me amas muito...eu só sei que eu te amo muito e que o meu amor e muito maior do que rios e oceanos..."

- " Sua parvinha...achas que eu não te amo? Eu vivo e respiro o teu ar, minha flor...vamos para os jardins?"

Ambos saiem pela porta de mão dada e aos beijinhos como dois pares de namorados...

- " Ai...que bom respirar ar puro! A natureza é linda, mas como estará a minha arvore, condorzinho?? Vamos até lá!" - diz a Flor.

 

- " Ai graças às minhas fadinhas ela continua bem forte e bonita...porqué que me estás a olhar dessa maneira...passa-se alguma coisa, d. minimo?"

- " Flor Valente, queres casar comigo?" - diz o Conde.

 

 

 

 

- " Qual é que achas que será a resposta, meu amor?" - diz Flor...

- " Pode ser um não ou pode ser um sim...depende do que o teu coração quiser.

 

- " Seu tonto! Eu amo-te e sim, eu quero ser a tua princesa para sempre e ninguém nos vai separar nunca, nunca, nunca...vamos ser muito felizes com a nossa filha e quem sabe ter mais filhos..."

- " Quem sabe...ninguém adivinha o futuro, mas eu sei que no meu presente eu quero estar contigo!" - diz o Conde.

________________________________________

Então gostaste do novo episódio?

Esperamos que sim e que comentes muito!!!

FELIZ NATAL :D

 

 

publicado por Inês £ Cátia às 14:51
link | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Episódio 16 - E o Natal c...

. Episódio 15 - Uma estrela...

. Episódio 14 - A casa Frit...

. Episódio 13 - Agora é a v...

. Episódio 12 - Será?

. Episódio 11- O nome da be...

. Episódio 10 - o que se es...

. Episódio 9 - O que será a...

. Episódio 8 - Será que a D...

. Episódio 7 - Depois da co...

.arquivos

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

blogs SAPO

.subscrever feeds